Que patologia eu sou?

“O hemangioma é considerado uma malformação tumoral ou hamartona que assume aspecto tumoral, caracterizado pela proliferação de vasos sanguíneos, de paredes finas, revestidos por endotélio, de permeio a um proeminente trabeculado ósseo longitudinalmente” (trecho retirado da obra CBR-Coluna Vertebral).

Esses tumores são silenciosos, 90% dos casos são descobertos por engano em um exame de imagem. Podem ser detectados através de: radiografias, tomografia computadorizada e ressonância magnética. Em casos onde há sintomas, esses podem ser fraturas ou compreensão da medula espinhal ou nervosa.

O livro CBR-Coluna Vertebral é um atlas que apresenta diversos casos, utilizando recursos visuais, do ramo. Auxilia o profissional da área a fornecer diagnósticos mais precisos.

O Cecil te explica

A parada cardíaca pode ocorrer com qualquer um e pode ser fatal, por isso o conhecimento de como agir em uma situação desse gênero pode fazer a diferença na vida do enfartado.

“Uma mulher de 72 anos, com um infarto do miocárdio prévio e fração de ejeção de 40%, entrou em colapso em um shopping. Um transeunte encontrou-a sem pulso e começou uma ressuscitação cardiopulmonar (RCP) apenas com compressão. Um desfibrilador externo automático foi implantado cerca de 3 minutos após o colapso e demonstrou fibrilação ventricular. Um choque bifásico inicial de 200 J não conseguiu restaurar o ritmo sinusal. Qual dos seguintes deve ser o próximo passo no procedimento?”

  1. Aplicar um segundo choque bifásico de 200 J imediatamente.
  2. Encher os pulmões, via respiração boca a boca duas vezes e, em seguida, aplicar um segundo choque.
  3. Retomar o RCP por cinco ciclos de 15:2 compreensões/ventilações, antes de aplicar um segundo choque.
  4. Desferir um golpe precordial e reavaliar o ritmo.
  5. Retomar a RCP imediatamente e aplicar outro choque bifásico de 200 J após 2 minutos de massagens cardíacas.

A resposta certa é a E!

Para saber mais sobre novas técnicas de primeiro socorros e muito mais sobre medicina, acesse

*Informações retiradas da obra Goldman Cecil Medicina 25ED Perguntas e Respostas

O universo da imagem

 

A radiologia é uma área de extrema relevância para a eficácia de um bom diagnóstico, pois são os exames por imagem que, muitas vezes, indicam patologias de difícil identificação. É importante que os profissionais do ramo compreendam cada uma de suas particularidades.

Considerando toda a excelência do campo, a Elsevier lança a coleção de livros CBR (Colégio Brasileiro de Radiologia). Fazem parte da coleção os livros: Diagnóstico por imagem – Coluna Vertebral, Diagnóstico por imagem – encéfalo, Fundamentos de diagnóstico por imagem em pediatria e Tomossintese Mamária.

Os livros, de autoria nacional, são manuais didáticos e atualizados sobre o ramo da radiologia. Cada obra aborda detalhadamente as patologias e os exames por imagem referentes a uma parte do corpo.

Para saber mais sobre, acesse:

https://bit.ly/2jK0XwP

https://bit.ly/2I10QLM

https://bit.ly/2I5GfG7

https://bit.ly/2IqimZj

Um livro importante!

O vencedor da 2ª Olimpíada de Anatomia Elsevier, Jan-Peter Périssé revela como o livro “Gray’s Anatomia Clínica para Estudantes” está sendo importante para a sua formação e estudos em Anatomia. #Elsevier #Anatomia #Saude

Assista ao vídeo!

 

Paixão pela anatomia!

Jan-Peter Périssé, estudante de medicina e grande vencedor da 2ª Olimpíada de Anatomia Elsevier, nos conta um pouco sobre a sua paixão pela Anatomia e o quanto o incentivo de seus professores fez diferença.

Medicina veterinária para felinos atualizada

Radiografia torácica lateral de um gato com infecção disseminada por Mycobacterium avium mostra um padrão broncointersticial difuso. O gato apresentava vômito e inapetência. A principal alteração clínica foi a linfoadenopatia mesentérica palpável. Não havia sinais respiratórios.

Essa imagem faz parte do livro “Medicina Interna de Felinos”, lançamento da Elsevier.

A obra apresenta 103 capítulos totalmente novos, que refletem as últimas descobertas. Os tópicos estão baseados em evidências, tais como microbioma intestinal; diagnóstico e tratamento doenças infecciosas; monitoramento contínuo da glicose; terapia com células-tronco; dermatoses emergentes; controvérsias na nutrição felina; anestesia para o gato idoso e muito mais!