Livro da Elsevier terá lançamento exclusivo na JPR

De 30 de abril a 03 de maio, acontece a edição 2015 da JPR – a Jornada Paulista de Radiologia. O evento, que é o maior encontro de diagnóstico por imagem da América Latina, reúne 20 mil pessoas, entre congressistas, professores, visitantes. Como a Elsevier sempre está na vanguarda, a editora escolheu a JPR como sendo, então, o momento ideal para o lançamento do livro Naidich – Imagem do encéfalo, uma obra que conta com os mais expressivos radiologistas e neurorradiologistas, faz grande uso de correlação anatômica  e 2.800 imagens digitais, além da discussão de casos.

 

No Brasil, as especializações em radiologia e ultrassonogafia são das mais procuradas hoje, com mais de 7.000 médicos na área, 3,5% da categoria no país. O livro teve sua revisão cientifica coordenada pelo Dr Antonio José da Rocha, professor do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, também presidente da Sociedade Paulista de Radiologia, neurorradiologista do Fleury Medicina Diagnóstica e do Serviço de Diagnóstico por Imagem da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

A obra é assinada pelos especialistas mundiais na área Drs. Thomas P. Naidich, Mauricio Castillo, Soonmee Cha e James G. Smirniotopoulos. Naidich coordenou um time numeroso de expressivos profissionais da área em nível global e fez um aprofundado apanhando da neurorradiologia diagnóstica.

 

Partocularidades do livro

Ao final de cada um dos 50 capítulos, os autores investiram em um diferencial de peso em obras sobre o assunto: modelos práticos de casos radiológicos, com dados clínicos e patológicos específicos para que, por meio das características das imagens, os leitores possam compreender a exposição e a evolução dos mesmos.

Imagem do Encéfalo é destinado especialmente a radiologistas, neurorradiologistas, cirurgiões neurológicos, além de ser de fácil entendimento e útil para clínicos; abrange as doenças mais frequentes no dia a dia dos profissionais, com destaque para os tumores cerebrais e as enfermidades desmielinizantes (quando a bainha de mielina dos neurônios é danificada, causando prejuízos em sensações, movimento, cognição, entre outras funções).

Inicialmente, são apresentadas as técnicas usadas em neuroimagem e sistemas para análise de atenuação e intensidade de sinal das imagens obtidas. As seções seguintes mostram as bases anatômicas para as imagens, correlacionando às peças anatômicas do encéfalo fresco ou conservado em formol. Uma série de seções revisa a patologia e a imagem de doenças cerebrovasculares, trauma, neoplasias e cistos, hidrocefalia e epilepsia. Imagens para download e conteúdo extra estão disponíveis on-line na plataforma multimídia da Elsevier, a expertconsult.com.

Cadastre-se para ler trechos do livro: http://issuu.com/elsevier_saude/docs/naidich_esample

 

SESSÃO DE AUTÓGRAFOS –

Dia: Sexta-feira, dia 1 de maio, no intervalo das 16h às 16h30.

Local: 45ª Jornada Paulista de Radiologia – JPR 2015
Transamérica Expo Center – Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues 387, Santo Amaro, São Paulo-SP – Espaço especialmente projetado para os lançamentos de livros oferecido pela JPR.

 

 

Share on FacebookShare on LinkedInShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Traumatismo Cranioencefálico

Trauma é a terceira causa de morte no mundo ocidental, sendo que, destas, cerca de metade e causada por traumatismo cranioencefalico (TCE). Os TCE são principalmente decorrentes de acidentes automobilísticos (40% a 50%), quedas (20%), agressões com ou sem armas (10% e 20%, respectivamente), esportes e recreação (10%). Crianças e idosos são mais suscetíveis a quedas, enquanto adolescentes e adultos jovens estão mais frequentemente envolvidos em acidentes automobilísticos ou são vitimas de agressões.

Leia mais…

Share on FacebookShare on LinkedInShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Brasília recebe o 41º Congresso Brasileiro de Radiologia em setembro

Entre os dias 6 e 8 de setembro, o Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília (DF), será palco do 41º Congresso Brasileiro de Radiologia (CBR 12). O evento, que é promovido pelo Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR), tem como objetivo abordar tanto assuntos em caráter de revisão e atualização quanto expor novidades e temas avançados na área de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, visando proporcionar a atualização de médicos com as mais diferentes experiências profissionais.

Leia mais…

Share on FacebookShare on LinkedInShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

E-sample do livro Encéfalo

Série CBR, Encéfalo

 

O livro de RadiologiaEncéfalo – conta com 2.687 figuras de ótima qualidade, que ilustram de forma ímpar as minúcias do diagnóstico neurorradiológico, abrangendo as modernas técnicas de imagem. Atualizado de modo que as divisões em capítulos e seus tópicos são apresentados de maneira compreensível e didáticos, destinando-se à consulta fácil de seu conteúdo e ao entendimento detalhado das mais diversas variedades de acometimento encefálico. Para o radiologista que lida com o diagnóstico neurorradiológico, seja ele um neurorradiologista ou um radiologista geral. Este livro servirá muito ao propósito das residências médicas na formação de novos profissionais, nas áreas de radiologia, neurorradiologia, neurologia, neurocirurgia e neurologia infantil, principalmente.

 

Share on FacebookShare on LinkedInShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Hemorragia Intracraniana Neonatal

Série CBR, Encéfalo

HEMORRAGIA INTRACRANIANA NÃO TRAUMÁTICA

INTRODUÇÃO

Generalidades

Hemorragia intracraniana (HI) não traumática é uma das causas mais comuns de déficit neurológico focal em todas as idades. Quanto à localização, podem ser extradurais, subdurais, subaracnoides, intraventriculares, intraparenquimatosas ou multicompartimentais.

O diagnóstico rápido da HI e de sua etiologia influencia a morbidade, a mortalidade e o prognóstico dos pacientes. A ultrassonografia (USG), utilizada particularmente em neonatos, a tomografia computadorizada (TC) e a ressonância magnética (RM) são métodos de imagem bem estabelecidos no tratamento destes pacientes, propiciando diagnóstico adequado e tendo papel na definição da conduta e no acompanhamento.

Leia mais…

Share on FacebookShare on LinkedInShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone