Dia Mundial do Diabetes

Flickr: capturelifeinactionO Diabetes é uma doença crônica que ocorre quando o pâncreas não é capaz de produzir insulina, ou quando o corpo não pode fazer um bom uso da insulina que produz. A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas, que funciona como uma chave para deixar a glicose do alimento que nós comemos passar da corrente sanguínea para as células do corpo, produzindo energia. Todos os alimentos ricos em carboidratos são decompostos em glicose no sangue. A insulina ajuda a glicose a entrar nas células.

Não sendo mais capaz de produzir insulina ou usá-la de forma eficaz, o nível de glicose no sangue aumenta, o que conhecemos como hiperglicemia. A longo prazo, os

níveis elevados de glicose estão associados a danos ao corpo e falha de vários órgãos e tecidos.

Diabetes tipo 1

Costumava ser chamado de diabetes juvenil. É geralmente causado por uma reação auto-imune em que o sistema de defesa do corpo ataca as células que produzem insulina. A razão pela qual isto ocorre não é totalmente entendida. Pessoas com diabetes tipo 1 produzem muito pouca ou nenhuma insulina. A doença pode afetar pessoas de qualquer idade, mas geralmente se desenvolve em crianças ou em jovens adultos. As pessoas com este tipo de diabetes precisam de injeções de insulina todos os dias, a fim de controlar os níveis de glicose no sangue.

Diabetes tipo 2

É o responsável por pelo menos 90% de todos os casos de diabetes. É caracterizado pela resistência à insulina e deficiência relativa de insulina. O diagnóstico de diabetes do tipo 2 pode acontecer em qualquer idade. O diabetes tipo 2 pode permanecer sem ser detectada por muitos anos, e o diagnóstico é muitas vezes feito quando uma complicação aparece ou um exame de sangue ou glicose na urina é realizado. Muitas vezes, mas nem sempre, é associado com excesso de peso ou obesidade, que por si só pode causar resistência à insulina e elevar os níveis de glicose no sangue. Pessoas com diabetes tipo 2 podem administrar sua condição através de exercícios e dieta. No entanto, ao longo do tempo, a maioria das pessoas terá que se render aos medicamentos ou insulina por via oral.

Diabetes gestacional

É uma forma de diabetes que consiste em níveis de glicose no sangue durante a gravidez. Desenvolve-se em uma de 25 gestações em todo o mundo, e está associado a complicações para a mãe e o bebê. O DG geralmente desaparece após a gravidez. Porém, mulheres com diabetes gestacional e seus filhos estão em um risco maior de desenvolver diabetes tipo 2 ao longo da vida. Cerca de metade das mulheres com uma história de DG apresentaram diabetes tipo 2 num período de cinco a dez anos após o parto.