O uso da NOC nos contextos clínico, de pesquisa e ensino

O valor do uso da Classificação dos Resultados de Enfermagem (NOC) e outras linguagens padronizadas baseia-se na contribuição que eles dão para delinear a prática profissional da enfermagem. Para que a implementação da NOC seja bem-sucedida, são necessários liderança forte, comprometimento administrativo, planejamento detalhado e sessões educacionais. Líderes organizacionais e as equipes precisam conhecer a importância do uso de linguagens padronizadas na prática da enfermagem.

Além disso, é fundamental que os indivíduos que trabalham com a NOC na prática clínica, na pesquisa e na educação possuam conhecimento sobre a estrutura taxonômica e os títulos, definições, indicadores, escalas e métodos para classificar os resultados dos pacientes. O conhecimento dos componentes da classificação é extremamente útil na abordagem de questões de aplicação e questões que emergem.

Os resultados padronizados são importantes para a avaliação da efetividade das intervenções da enfermagem, facilitando a continuidade do cuidado em sistemas de saúde integrados e garantindo a responsabilidade da enfermagem. Além disso, foi reforçado em relato do Institute of Medicine (IOM), The Future of Nursing; Leading Change, Advancing Health, a importância da enfermagem e o valor da utilização dos resultados na melhora do cuidado do paciente no ambiente de atenção à saúde. Os pontos fortes da utilização de classificações de resultados padronizados, tais como a NOC, precisam ser comunicados à equipe de enfermagem e reforçados pelos líderes organizacionais. O reconhecimento da importância dos resultados pelo IOM exige mensuração, acompanhamento dos resultados dos pacientes e delineamento do impacto crítico da enfermagem no cuidado ao paciente. É o momento do profissional da enfermagem verdadeiramente abraçar a avaliação dos cuidados utilizando resultados padronizados.

CONSIDERAÇÕES AO UTILIZAR A NOC NA PRÁTICA CLÍNICA

A avaliação da efetividade do cuidado da enfermagem exige resultados enfocados no estado do paciente, que podem mensurar tanto mudanças de curto prazo quanto mudanças a longo prazo no decorrer do curso de uma enfermidade ou doença. A NOC foi desenvolvida para mensurar ambos os níveis de modificação no estado do paciente. Os resultados foram desenvolvidos pela enfermagem, porém outros profissionais da saúde, incluindo as equipes multidisciplinares, os consideram úteis para a avaliação da efetividade de suas intervenções.


*Trecho retirado do livro Classificação dos Resultados de Enfermagem, 5ED (Elsevier) – lançamento previsto para fevereiro de 2016. 

Share on FacebookShare on LinkedInShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone