25 de julho: dia de exaltar o poder da escrita

“Escritor: não somente uma certa maneira especial de ver as coisas, senão também uma impossibilidade de as ver de qualquer outra maneira.”

Carlos Drummond de Andrade

O dia 25 de julho foi a data escolhida para homenagear aqueles que dão asas para a nossa imaginação, é o dia Nacional do Escritor. A data foi estipulada em 1960, após o I Festival do Escritor Brasileiro.

A Elsevier homenageia esses profissionais que fazem do mundo um espaço mais democrático e criativo.

“Na minha opinião, ser escritor não é apenas escrever livros, é muito mais uma atitude perante a vida, uma exigência e uma intervenção”

José Saramago

Elsevier estará presente no XIII Congresso Brasileiro de Ortopedia Pediátrica

As crianças naturalmente são mais frágeis que os adultos que já passaram pelo processo completo de desenvolvimento, tanto estrutural quanto neurológico. A prevenção e o tratamento de doenças relacionadas ao crescimento dos pequenos são fundamentais para o seu desenvolvimento. Desse modo a Ortopedia Pediátrica é uma das especialidades da saúde, que vai garantir um avanço saudável das próximas gerações.

Começa dia 14 de junho, quinta-feira, até dia 16, sábado, o XIII Congresso Brasileiro de Ortopedia Pediátrica em Foz do Iguaçu. O evento é realizado pela Sociedade Brasileira de Ortopedia Pediátrica (SBOP). A Elsevier estará no evento com a apresentação do livro Ortopedia e Traumatologia.

Para acessar a obra completa, clique aqui

Falando sobre depressão

Lidar com a possibilidade de morte não é fácil para o paciente, para a sua família e nem para os clínicos envolvidos no caso. O medo dessa fatalidade pode causar nos doentes agitações, ansiedade e depressão.

* “Qual das seguintes afirmações é verdadeira sobre a depressão nas doenças terminais?”

  1. “É uma reação normal quando as pessoas têm doenças que limitam seu tempo de vida e não deve e não deve ser tratada.”
  2. “Não pode ser aliviada, pois o tratamento demora demais para funcionar nos pacientes com doenças graves.”
  3. “O tratamento da depressão reduz a morbidade e a mortalidade.”
  4. “Exige uma consulta psiquiátrica porque o tratamento é muito complicado.”

A resposta correta é a C, “Estudos mostram que o tratamento da depressão melhora a qualidade de vida e reduz a mortalidade”.

Desde 1927 o Cecil Medicina é a fonte mais segura do mundo de Medicina Interna. Sua 25a, lançada pela Elsevier, foi adaptada à realidade brasileira abordando doenças específicas do território nacional. A obra possui um suporte de conteúdos em uma plataforma online, que é constantemente atualizado pelos autores.

*Perguntas e resposta retiradas do livro Cecil Medicina Perguntas e Respostas

Elsevier participa do 35º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado do Rio de Janeiro

De 11 a 13 de abril acontece o 35º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Rio de Janeiro (SOCERJ). O evento é promovido pela SOCERJ e é aberto a toda área de cardiologia. O congresso busca incentivar o jovem cardiologista, ppor intermédio de assuntos como a jornada do paciente e as inovações do ramo.

A Elsevier, que está alinhada com os conteúdos e inovações do setor, marca presença com o livro Braunwald Tratado de Doenças Cardiovasculares e do Perguntas e Respostas- Braunwald Tratado de Doenças Cardiovasculares. A obra é referencia na área de cardiologia e tem nova edição disponível, lançada pela Elsevier.

Braunwald Tratado de Doenças Cardiovasculares traz assuntos atualizados e ensaios clínicos do campo. Visando uma boa qualidade e um conteúdo completo, a obra possui uma versão eletrônica que complementa a impressa. Os conteúdos online são frequentemente atualizados, de forma a acompanhar os avanços e as mudanças da área.

“A doença cardiovascular é a maior calamidade que afeta as nações industrializadas. Assim como calamidades anteriores — peste bubônica, febre amarela e varíola —, a doença cardiovascular não só atinge uma fração significativa da população sem prevenção, como também causa sofrimento prolongado e incapacidade em um número ainda maior” (trecho retirado da obra Braunwald Tratado de Doenças Cardiovasculares).

O encéfalo desvendado por imagens

“Sempre que um bebê ou uma criança é encaminhada para neuroimagem devido a crises convulsivas ou atraso de desenvolvimento, uma malformação cerebral é uma causa possível. Se a criança apresenta alguma dismorfia (como implantação baixa das orelhas, fácies anormal, hipotelorismo), a probabilidade de uma malformação cerebral subjacente é ainda maior. Nesses casos, o exame de imagem deve ser direcionado para pesquisar uma anormalidade estrutural.”( trecho retirado da obra Neurologia em Imagem)

A imagem é de extrema relevância para a eficácia do diagnóstico neurológico. Através desse recurso é possível identificar transtornos neurológicos, malformações congênitas, traumas e outras diversas patologias. Pensando na importância dessa ferramenta para a excelência do diagnóstico clínico, a Elsevier lança a obra Neurologia em Imagem.

O livro aborda assuntos complexos de forma simples. Utiliza recursos visuais, desenhos e fotos, e exemplos patológicos como maneira prática de explicação. A obra é dividida em três partes: introdução aos exames de imagem, encéfalos com patologias e coluna vertebral. Neurologia em Imagem é um bom manual para o profissional da área.

Onicologia: o estudo das unhas

 

Não é apenas nosso corpo que adoece, nossas unhas também! O interessante é que não existe apenas um tipo de doença, mas sim várias. O livro Doenças da Unha ajuda a entender algumas delas.

A segunda edição, lançada pela Elsevier, conta com uma maior experiência dos autores. A obra possui conceitos essenciais de Onicologia (ramo da dermatologia que cuida das unhas). Por ser muito completo, Doenças da Unha não é só indicado para dermatologistas como também para clínicos gerais. Aborda assuntos como: manifestações clínicas, procedimentos diagnósticos e possíveis tratamentos. A utilização de recursos visuais torna o livro mais acessível e compreensível ao leitor.

Você sabia que, “o estudo dos tumores ungueais é de fundamental importância, visando ao esclarecimento da benignidade ou agressividade da lesão para a qual a opção cirúrgica a ser adotada pode levar a sequelas permanentes. Chamamos a atenção para a necessidade de investigação minuciosa em casos de tumores ungueais de curso agressivo, devido à possibilidade de progressão e disseminação, podendo chegar ao óbito.” (trecho retirado de Doenças da Unha).