Alimento: um remédio natural e acessível

No dia 31 de março, sábado, se comemora o Dia da Nutrição, uma especialidade cada vez mais importante no mundo em que vivemos. Estamos em uma nova era de hábitos alimentares, na qual a preocupação social com os alimentos ingeridos cresceu muito. A reeducação alimentar surgiu com a necessidade e a busca por uma vida mais saudável e natural, pois o alimento pode, em muitos casos, substituir remédios.

Krause: Alimentos, Nutrição e Dietoterapia é um bom manual para aqueles que querem entender e aderir a uma vida mais saudável e equilibrada.

“O estado nutricional revela o grau em que as necessidades fisiológicas de nutrientes são satisfeitas para um indivíduo. A avaliação do estado nutricional é o fundamento do cuidado nutricional; ela é a base importante para a personalização do cuidado nutricional do indivíduo no contexto de causa, prevenção ou tratamento de doença ou promoção de saúde. As doenças crônicas, incluindo doença cardíaca, AVC e osteoporose, bem como muitos distúrbios gastrointestinais e a maioria dos cânceres, são influenciadas pelo estado nutricional subjacente.” (trecho retirado da obra Krause: Alimentos, Nutrição e Dietoterapia).

Para ter acesso ao livro, clicar aqui

Claudia Toledo, uma das 100 mais influentes da saúde

Ontem, 15 de março, a diretora de Clinical Solutions da Elsevier, Claudia Toledo, foi uma das homenageadas do prêmio “100 Mais Influentes da Saúde”, na categoria de “Inovação”. A merecida premiação foi o reconhecimento de suas atividades em promover soluções tecnológicas ao mercado brasileiro, no âmbito da saúde, contribuindo com atualizações de conteúdos clínicos.

“É uma honra receber o 100+ que, sem dúvida, é um importante prêmio do segmento de saúde. Este tipo de empreendimento estimula as empresas a desenvolverem cada vez melhores produtos, buscarem excelência em serviços, melhorarem a qualidade clínica e segurança do paciente e, por fim, aumentarem a performance em geral”, explicou Claudia Toledo.

“100 Mais Influentes da Saúde” consagrou profissionais de 20 categorias distintas, sendo cinco selecionados para cada. A escolha dos homenageados foi feita através da votação do público pelo site e sobre uma análise de mercado. A premiação aconteceu no encerramento do SAHE (South America Health Exhibition).

Uma versão mais social da enfermagem

 

“O papel da enfermeira inclui assumir a liderança na preservação das práticas de enfermagem e demonstrar a sua contribuição aos cuidados de saúde do seu país. As enfermeiras do futuro, portanto, deverão ser pensadoras críticas, defensoras do paciente, tomadoras de decisões clínicas e educadoras do paciente dentro de um amplo espectro de serviços de prestação de cuidados.” (trecho retirado do livro Fundamentos de Enfermagem).

A 9ª edição de Fundamentos de Enfermagem contém conceitos de enfermagem fundamentais e utiliza a prática baseada em evidências como método pilar de ensino. Por intermédio de uma estrutura teórica, técnica e prática se mostra uma ferramenta de auxílio ao professor. A obra possui uma estrutura funcional que facilita o ensino, pois obtém recursos tanto textuais quanto visuais. Desse modo o livro é uma ferramenta de instrução para o estudante e um manual de ensino para o professor.

A edição brasileira, lançada pela Elsevier, tem como base o Código de Ética de Enfermagem nacional e as regulamentações impostas pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) na sua execução, pois dessa forma se adapta a realidade do país.

Pode-se dizer que a obra propõe uma nova forma de pensar a prática de enfermagem no âmbito profissional, com uma valorização maior do social.

Para saber mais acessar aqui

A “bíblia da nutrição”

Segundo autores do livro Krause: Alimento, Nutrição e Dietoterapia um de cada três adultos, nos Estados Unidos, terá diabetes em 2050 e dois em cada três apresentam sobrepeso ou obesidade.

A Elsevier lança a 14ª edição do livro Krause: Alimento, Nutricao e Dietoterapia, aqui no Brasil. A obra conta com 50 autores que abordam o assunto de maneira atualizada, com novos conteúdos e dietas recentes de todo o âmbito do campo da nutrição.

Referência na área da saúde e de reeducação alimentar, a obra é de grande praticidade para os estudantes do ramo da saúde. Pode-se dizer que o livro é conhecido como a “bíblia da nutrição”.

Para mais informações acesse aqui

A investigação da infertilidade

 

A infertilidade é caracterizada como ausência de gravidez clínica após um período de 1 ano ou mais de relações sexuais regulares e desprotegidas. Não há uma frequência mínima de relações sexuais necessárias para caracterizar a dificuldade na concepção, embora a maior chance de gravidez é obtida com relações diárias ou a cada 2 dias, no período de 6 dias que termina no dia da ovulação.

A investigação para detectar a infertilidade sempre envolve o casal e deve ser sistemática, ou seja, os possíveis limites reprodutivos devem ser abordados de maneira integral e simultânea. Exemplificamos o cenário da mulher com anovulação crônica casada com um homem com alteração seminal moderada: não se pode tratar a disfunção ovulatória e não considerar o fator masculino. Obviamente, a profundidade da investigação pode mudar de acordo com a situação. Quando há alta probabilidade de alteração masculina importante, por exemplo, posterga-se a realização da histerossalpingografia, que pode não ser necessária.

Um casal que estava tentando engravidar há 6 meses, tem 12% de chance de ser verdadeiramente fértil, e um casal tentando há 12 meses, 2%. Portanto, após este período, recomendam-se investigação e tratamento.

Por outro lado, em situações em que há risco de menor reserva ovariana e/ou maior chance de infertilidade, é necessário iniciar a avaliação antes do período de 12 meses:

  • Idade da mulher:
  • 35 anos ou mais: avaliar após 6 meses de tentativas;
  • 40 anos ou mais: discutir avaliação antes de começar a tentar.
  • Fatores femininos: diagnóstico prévio ou alta probabilidade de disfunção ovulatória (irregularidade menstrual/amenorreia), doença uterina, tubária, peritoneal e/ou endometriose;
  • Fatores masculinos: diagnóstico prévio ou alta probabilidade de alteração seminal;
  • Desejo do casal.
  • Texto elaborado com informações do livro Condutas Práticas em Infertilidade e Reprodução Assistida – Mulher.

 

 

Hoje é Dia Nacional da Saúde e Dia Nacional da Farmácia: vamos comemorar com esses profissionais tão especiais!

 

O dia 5 de agosto é uma data muito especial para a saúde. A data comemora o Dia Nacional da Saúde e o Dia Nacional da Farmácia e fazem uma grande homenagem ao nascimento do grande sanitarista Oswaldo Cruz.

Para oferecer suporte à decisão aos profissionais da saúde, a Elsevier desenvolveu a plataforma Order Sets que permite conteúdo baseado em evidências, refinado pela integração bidirecional ao prontuário eletrônico, reduzindo riscos de eventos adversos e financeiros, além de aprimorar os resultados dos pacientes.

Já os médicos recém-formados, farmacêuticos e prescritores não médicos, podem contar com o livro “Top 100 Medicamentos”, com informações-chave sobre a farmacologia clínica e prescrição prática de cada fármaco.

Para conhecer mais sobre as soluções digitais da Elsevier clique aqui e sobre a obra Top 100 Medicamentos aqui.